QUINO

QUINO
TODA MAFALDA

sábado, 4 de dezembro de 2010

independência do brasil e (in)dependência tecnológica


Tirinha 3 - darwinismo social. Autor desconhecido


Tirinha 2 – lula e a dívida externa. Autor desconhecido.


tirinha 1 – Ivan Cabral. 07.09.2007. http://www.ivancabral.com


Está aula foi realizada pelo núcleo de ensino nesse ano de 2010. Ela surgiu como necessidade, pois após ministrar a aula de independência do Brasil (já explicitadas nesse blog : ( http://historia-e-quadrinhos.blogspot.com/2010/10/grito-da-independencia-diversas-obras.html ), na sétima série, percebemos que os discentes haviam decorado o tema da independência com a precipitada visão do grito do Ipiranga e a mitificação do dia do fico. Dessa maneira, decidimos expandir a temática e indagar mais os educandos referente a questão da independência e ainda unir com outro tema (que foi escolhido por eles) que se refere a questão da comunicação demasiada globalizada e a dependência tecnológica.
Para tanto, usamos 3 simples tirinhas que não explicitam logo de cara o tema, e que nesse caso necessita de um maior senso de abstração dos discentes(lembrando: 7ª série). Essa aula, então, vai de frente com nossa proposta, pois foi ministrada na metade final do curso, e já era percebido um avanço nas quantidades de esferas de análise dos alunos em relação ao inicio do ano .

A primeira (tirinha Ivan Cabral,jornal) linkava a aula anterior - também referente a independência do Brasil – com essa, e retornava alguns aspectos e indagações do dia do fico e das conjunturas da época, re-discutindo os pontos mais importantes, e finalizando a discussão.
Após isso, utilizamos a segunda tirinha para perguntar aos discentes como acontece hoje em dia, no governo lula, e trazendo a discussão para temas contemporâneos. Discutindo desde a política atual e como isso influenciava na vida deles.
Dessa maneira, a terceira tirinha cristalizava a discussão a partir do momento em que os próprios educandos percebiam que a sociedade atual é extremamente dependente das máquinas e da tecnologia em geral. Os exemplos dessa demasiada tecnologia foram explicitados por eles mesmo, desde a internet, MSN , e a questão da quantidade de informações que eles se deparam no dia –a – dia.

Dessa forma, percebemos que a utilização de um conjunto de tirinhas (que necessita uma mínima capacidade de abstração) também tem um grande potencial a ser explorado, dependendo do como se orienta a discussão, até mesmo em turmas do fundamental.

Um comentário:

Kitty disse...

poxa vida, adorei esse blog! é muito bom saber que os tão "marginalizados" quadrinhos podem ser usados nas salas de aula como auxiliares e não como competidores na educação das crianças.(isso eu já sabia a muito tempo, mas é bom que mais "caretas" saibam também)
Muita sorte nesse trabalho de sucesso!

Os Queridinhos!