QUINO

QUINO
TODA MAFALDA

terça-feira, 10 de maio de 2011

O Brasil sob outras perspectivas - Batman - Superman - Wolverine

por Caio Ferraro

 Batman  -  Peter Milligan / Brey Frogle
Wolverine - Saudade     - Jean-David Morvan / Philippe Buchet
Super-Homem  - Paz na Terra          - Alex Ross     


Em geral essa aula é um clássico. Iniciada a partir do livro "Como usar as histórias em quadrinhos na sala de aula" de Angela Rama e Waldomiro Vergueiro (orgs.), sendo que apenas ampliamos os materiais sobre  tema. Um exemplo maravilhoso do professor atuando somente como um guia da discussão dos alunos, muito embora a primeira vez que aplicamos tenha sido no 2º ano de História da UNESP - Franca.





 

O Super-Homem (atualmente Superman também no Brasil) sempre foi um símbolo do american way of life, e na história em questão, onde ele tenta acabar com a fome e as guerras no mundo, esse simbolismo se torna evidente. Os maiores questionamentos em sala de aula são sobre uma perspectiva de pesquisa arquitetônica do autor. Ao ressaltar alguns pontos, como por exemplo: "Vocês já viram criança dormindo na rua em favela?"  ; "Ruas largas, paredes com acabamento de tijolinhos e postes de energia correspondem à realidade das favelas brasileiras?"; são suficientes para que os alunos comecem a analisar os quadrinhos com mais atenção, atrás de mais evidências de que Alex Ross economizou na pesquisa sobre o Brasil.









Na História do Batman, publicada no Brasil em 1993, a arquitetura novamente escancara os estereótipos estadunidense em relação ao Brasil. Igrejas com arquitetura típica das colônias espanholas na América expõe a confusão histórica dos autores, erro comum ainda hoje em produções cinematográficas de Hollywood como "O Incrível HULK" (2008) e Mercenários (2010), em que personagens "brasileiros" apresentam nomes e sotaques espânicos. Chapéus e camisetas floridas contribuem na hq em questão para perpetuar o estereótipo.







Por fim, a maravilhosa história SAUDADE, com a personagem estadunidense Wolverine, escrita e desenhada por franceses, e situada no nordeste do Brasil. Demonstrando um conhecimento do território nacional infinitamente superior às outras histórias, SAUDADE trata da vida de crianças carentes em Fortaleza - CE, retratando paisagens desconhecidas da maioria dos brasileiros. As páginas foram selecionadas justamente para que os alunos pudessem visualizar o contraste óbvio entre uma pesquisa séria e a reprodução irresponsável de um estereótipo nacional.  

Se algum professor quer estimular a discussão entre os alunos e incentivar uma leitura mais crítica dos mesmos, essa é a aula.







"Tá tudo bem, Jean. Acho que é um sentimento que aprendi com um camarada meu no nordeste do Brasil há uns quinze anos. Nem dá pra traduzir... tipo uma sensação de nostalgia... de coisas legais vividas no passado. Os brasileiros chamam de saudade. "

Nenhum comentário:

Os Queridinhos!