QUINO

QUINO
TODA MAFALDA

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Grito da Independência - diversas obras

 Por Caio Ferraro

Descobri um erro terrível nesse blog: tenho explicado antes das imagens! Então assim como em sala de aula, leiam primeiro as HQ's e depois a análise.


História do Brasil em Quadrinhos - Editora Europa  - Edson Rossatto e Jota Silvestre (pesquisa histórica e roteiro); Celso Kodama e Laudo (desenhos)

Da Colônia ao Império - Editora Brasiliense - Autores: Miguel Paiva - Lilia Moritz Schwarcs

Historia do Brasil para Principiantes - Editora Ática - autores: Cesar Lobo - Carlos Eduardo Novaes

Essa é uma aula já clássica para o grupo História & Quadrinhos. Com resultados expressivos em salas de aula de 7ªs e 8ªs séries, que nos ajudaram a expandir nossos horizontes quanto à utilização do material. Os alunos se dividiram em grupos de 5 e em uma sala com 6 grupos entregamos três materiais diferentes, de forma que 2 grupos compartilhavam do mesmo material. De cada uma das obras representadas acima retiramos 3 páginas duplas, com um momento anterior ao grito, o momento exato do grito da independência e o momento posterior. A intenção era, além de trabalhar a História do Brasil, demonstrar aos educandos como cada autora retrata de maneira diferente o mesmo FATO HISTÓRICO  e dá ênfase a difertentes aspectos da História no momento anteriror e posterior a ele. Os grupos apresentavam suas análises e criamos um quadro comparativo na lousa, o que evidenciou que até os grupos que trabalharam o mesmo material ressaltaram aspectos diferentes das obras. Discutimos então a idéia de verdade absoluta, onde o professor é o detentor de todo o conhecimento, sendo que a partir das análises deles pudemos comprovar a influência da interpretação de cada indivíduo sobre o material trabalhado. 

Neste ano utilizei essa aula nas 6ªs séries e concentrei a discussão nas imagens oficiais, aproveitando a perspectiva histórica e a perspectiva cômica das outras obras.

I - Ao retratar o episódio histórico de acordo com a história oficial, inclusive se inspirando em quadros do período, essa obra completou de forma eficiente a atividade que apresentava aos alunos as diferentes perspectivas diante de um mesmo fato histórico.

II - A obra retrata com realismo histórico o momento do grito, questionando a versão oficial. Na sequência dá especial atenção à influência inglesa nas decisões de D. Pedro I. 

III - Embora não seja uma história em quadrinhos propriamente dita, sua narrativa objetiva, alicerçada sempre por ilustrações humorísticas, serviu aos propósitos da atividade. Os autores enfatizam a presença de militares coordenando as tropas contra os levantes monarquistas.

"Há 200 anos, a população acreditou que a vinda da família real portuguesa ia mudar suas vidas para melhor. Nada mudou e o mesmo ocorreu com a elevação a Reino Unido, com a Independência, com a Proclamação da República, com as "Diretas Já"... Enquanto as elites se revezam no poder a esmagadora maioria padece na pobreza há pelo menos 400 anos, sempre esperando o próximo passo que vai lhes salvar, mas ele não virá."

Nenhum comentário:

Os Queridinhos!